Pesquisar neste blogue

quarta-feira, julho 28, 2010

ohhh...dótôr...

Hoje, em Portugal, maltrata-se a honestidade e a inteligência
Se és velhaco ou estúpido, vais bem: - é para ti a preferência

Aqui, os burros são doutores
E os inteligentes, inadaptados
Há muitos peritos em nada
Que disso falam, maravilhados

Engenheiros que não calculam
Arquitectos vesgos e tolos
Advogados palermas, iletrados
Até médicos abrutalhados

Já há tantos destes camelos
Que mesmo querendo evitar
Acabamos sempre por vê-los
E logo se deseja vomitar

Envergonhados, os poucos inteligentes
Por partilhar com tais filhos da idiotia
Os louros e aplausos da douta Academia
Calam e escondem tamanha bizarria

Homem: - FOGE BURRO,QUE TE FAZEM ENGENHEIRO CAMPESTRE!

Asno: - PARA QUÊ FUGIR, SENHOR,SE ME FAZEM DOUTOR OU MESTRE?!
E SE FUJO COM VIGOR, É CERTO QUE ACABO NO ATLETISMO,COMO PROFESSOR.
E QUER FUJA A DIREITO OU A TORTO, ACABO, JÁ SEI, MESTRE EM DESPORTO.
OU COMO O AMIGO MACACO QUE DE TANTO TER ROUBADO, ACABOU DOUTORADO, JUIZ NO SUPREMO E LOGO JUBILADO.

Com tanto doutor da treta
Viva Portugal! sem vergonha
Forma doutores em punheta
Certificados, até, por Bolonha.

Sem comentários:

Enviar um comentário