Pesquisar neste blogue

sexta-feira, março 15, 2013

Vate dêtár, pá

Dizem da grande poesia
Que é arte do português
Mas o verdadeiro talento
O seu anunciado destino
É andar sempre cagado
Fazer da merda portento
Que ao limpar o intestino
Solta o poema encravado.

Sem comentários:

Enviar um comentário